Fiocruz Fiocruz
webmail
CLEP • Coleção de Leptospira

Serviços

Manutenção e Preservação de Culturas

O acervo da CLEP vem sendo mantido por criopreservação em freezer -80°C, em nitrogênio líquido e em meio de cultivo semissólido, na sala 302 do Pavilhão Rocha Lima – campus Fiocruz/Manguinhos.

A garantia da qualidade das culturas envolve o controle de estoque e de distribuição, assim como verificação de sua autenticidade por meio de tipagem sorológica e molecular.

Fornecimento de linhagens catalogadas

As cepas são fornecidas mediante solicitação de organizações governamentais no âmbito das atividades do Laboratório de Referência Nacional para Leptospirose e do Centro Colaborador da OMS para Leptospirose, não sendo comercializadas ou emprestadas. As cepas podem ser doadas para outras instituições para fins de pesquisa e desenvolvimento tecnológico em conexão com os projetos da FIOCRUZ, SVS/MS e OPAS/OMS. Somente instituições reconhecidas, privadas ou particulares, e laboratórios no âmbito dos programas governamentais e internacionais de Saúde Pública e Animal estão aptas a solicitar cepas, não havendo fornecimento para particulares.

Mediante solicitação, as linhagens são verificadas por microscopia em campo escuro quanto à pureza e viabilidade. Um repique para meio de cultura semissólido é realizado para garantir o envio de culturas recentes. Na data estipulada, estas são novamente analisadas por microscopia, acondicionadas em frascos apropriados e encaminhadas ao solicitante, de acordo com as normas vigentes para transporte de material biológico. É importante salientar que a CLEP não fornece culturas criopreservadas.

A solicitação é feita mediante o preenchimento e envio do Formulário de Material Microbiológico que pode ser obtido junto ao curador ().

Depósito de linhagens

A CLEP também oferece o serviço de depósito de isolados e/ou cepas de referência, recebidas de diferentes laboratórios. As categorias de depósitos são:
  • Depósito aberto (acervo de acesso público)
  • Depósito restrito (fornecido com autorização do depositante)
  • Depósito fechado (depósito confidencial)

Caracterização e identificação de linhagens

A caracterização taxonômica de cepas do gênero Leptospira é feita por métodos sorológicos (fenotípicos) e genotípicos. A identificação sorológica consiste na utilização de soros de referência contendo anticorpos policlonais e monoclonais, para a identificação de sorogrupos e sorovares, respectivamente, pela técnica de aglutinação microscópica.

A caracterização genotípica é realizada utilizando-se as metodologias de REA (Restriction Endonuclease Analysis), MLST (Multi Locus Sequence Typing), e PFGE (Pulsed Field Gel Electrophoresis).

As solicitações são feitas mediante o preenchimento e envio do Formulário para Solicitação de Identificação, Autenticação e Depósito que pode ser obtido junto ao curador ().


© 2018 Coleção de Leptospira, Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz